Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008

Tabagismo significa abuso de tabaco. É o vício de fumar regularmente um número considerável de cigarros, cigarrilhas, charutos ou tabaco de cachimbo, ou seja qualquer variante do tabaco. Caracteriza-se por uma dependência física e psicológica da nicotina, uma droga psicoactiva existente na folha do tabaco que torna o mesmo viciante.             

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), anualmente cerca de 4,9 milhões de pessoas morrem, em todo o mundo, em resultado do tabagismo. Se esta tendência não for travada, a mesma organização estima que, em 2020/30, esse número chegará aos 10 milhões de pessoas por ano, 7 milhões das quais em países em vias de desenvolvimento. Isto mostra bem o porquê de o tabagismo ser a maior causa de morte evitável em todo o mundo, causando mais mortes que a SIDA, álcool, heroína, cocaína, suicídios e acidentes de automóvel todos juntos. Para além disso estima-se que sejam gastos cerca de US$ 200 biliões de dólares por ano, e em todo o mundo, em problemas de saúde e sociais associados ao tabagismo.

O fumo produzido pelo consumo do tabaco contém mais de quatro mil compostos químicos com efeitos tóxicos e irritantes, dos quais mais de 40 são reconhecidos como cancerígenos.

Estudos epidemiológicos confirmam a associação entre o tabagismo e...

  • Um terço de todos os casos de cancro;
  • 90 por cento dos casos de cancro do pulmão;
  • Cancro do aparelho respiratório superior (lábio, língua, boca, faringe e laringe);
  • Cancro da bexiga, rim, colo do útero, esófago, estômago e pâncreas;
  • Doenças do aparelho circulatório, dos quais a doença isquémica cardíaca (25 por cento);
  • Bronquite crónica (75-80 por cento), enfisema e agravamento da asma;
  • Irritação ocular e das vias áreas superiores.

     O tabagismo não é factor de risco apenas para o próprio fumador, mas também para aqueles que, não sendo fumadores, se encontram frequentemente expostos ao fumo passivo. Como já foi dito anteriormente a maior parte dos danos causados pelo tabaco são provenientes do seu fumo. Como este se dispersa muito facilmente mesmo as pessoas que não fumam estão sujeitas aos malefícios do tabaco, especialmente em espaços fechados. Dados recolhidos em 1992, pela Comissão Europeia, revelaram que 29 por cento dos fumadores portugueses nunca se abstêm de fumar em presença de não-fumadores. De modo a diminuir esta tendência o Governo Português implantou, a 1 de Janeiro de 1008, uma lei que proíbe o acto de fumar em espaços públicos fechados, protegendo assim os “fumadores passivos”.

O tabagismo não gera só problemas de saúde, mas também problemas sociais. Caso os gastos que um fumador tem com o tabaco sejam muito elevados, podem ter influências graves no orçamento do indivíduo ou da família. Para além disso as largas despesas que os governos têm com os problemas relacionados com o tabaco, podiam ser utilizadas para outros fins mais produtivos, o que seria um grande impulso no melhoramento dos sistemas de saúde internacionais.

 

Informação retirada de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tabagismo 

http://www.min-saude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/estilos+de+vida/tabagismo.htm 

http://www.juventude.gov.pt/Portal/SaudeSexualidadeJuvenil/TemasConsumosNocivos/tabagismo.htm

 



publicado por healthpoliceap às 00:40 | link do post | comentar

Hit Counter
free hit counter
website hit counter
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30

31


posts recentes

Actividade na Escola do B...

O Evento do Ano ^^

O 3º período

Balanço do 2º Período

Os Anúncios

O Produto do 1º Período

Toxicodependência

O Tabagismo

Excesso de Esforço Fisico

O que é o alcoolismo?

arquivos

Maio 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008